Passar para o Conteúdo Principal

Aquilino, Leal da Câmara e um concerto de acordeões, sábado em Soutosa

1 1 1024 800
05 Julho 2018
Este sábado, 7 de julho, às 16 horas, na Fundação Aquilino Ribeiro (FAR), em Soutosa, Moimenta da Beira, vai falar-se de Aquilino Ribeiro, de Leal da Câmara, e da correspondência trocada entre ambos, durante 40 anos, que a investigadora Celina Arroz estudou e compilou em livro que apresentará no pátio da FAR, às 16 horas. Mas antes (e depois) da cerimónia de apresentação da obra, duas dezenas de jovens (com os professores) vão mostrar-se ao público em concerto de acordeões, depois de terem passado por um período de estágio/aprendizagem teórico-prático.

A cerimónia e o concerto, de acesso livre, contarão com a presença dos três presidentes das Câmaras Municipais que compõem o espaço sentimental e físico das Terras do Demo: José Eduardo Ferreira (Moimenta da Beira); Carlos Santiago (Sernancelhe); e José Morgado (Vila Nova de Paiva). Além de muitos outros aquilinianos.

Celina Arroz, a autora de “Análise Temática da Correspondência – Aquilino Ribeiro e Leal da Câmara 1908-1948”, que já em 2012 apresentou no mesmo espaço "Aquilino Ribeiro: Evolução do homem Republicano" (obra que revisita o percurso de Aquilino desde a sua adolescência e juventude, até se tornar um republicano convicto, e a partida para Paris após o regicídio em Lisboa, no dia 1 de Fevereiro de 1908), é doutorada em Ciências da Educação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (2015); e mestre, também em Ciências da Educação, mas pela Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa (2003).

Cartaz (1)
Cartaz (2)
Cartaz (3)