Passar para o Conteúdo Principal

Fontes e Fontanários

No Município de Moimenta da Beira existem cerca de 160 pontos de água tradicionais. Cada vez menos utilizados, as fontes e fontanários constituíram durante muito tempo um marco na vida das pessoas.

Como por vezes eram o único local de obtenção de água, quer para beber, lavar ou cozinhar, as fontes e fontanários serviam também como pontos de encontro para conversas, tertúlias e até alguns namoros.

Muitos ainda se lembram de ir buscar água à fonte com cântaros ou bilhas.

Hoje em dia, tal já não é necessário. O Município de Moimenta da Beira assegurou já há alguns anos a distribuição de água potável ao domicílio em todas as suas localidades.

 

Placas – ÁGUA NÃO CONTROLADA

No sentido de esclarecer e garantir a qualidade da água consumida pelos cidadãos entrou em vigor, em 2007, o Decreto-Lei n.º 306/2007, de 27 de Agosto.

No que se refere às fontes e fontanários, este diploma faz a indicação que nos casos em que o abastecimento de água ao domicílio está assegurado por rede pública, as fontes e fontanários cuja origem seja de nascente, ou são sujeitas a análises periódicas, segundo um plano aprovado pelo IRAR (Instituto Regulador de Águas e Resíduos), ou então têm de ter aplicada na sua face uma placa com a indicação ÁGUA NÃO CONTROLADA.

Sabendo que a água é um bem essencial a todos, e que por isso todos devem estar bem informados sobre o que podem e devem consumir, a Câmara Municipal de Moimenta da Beira colocou em todas as suas fontes e fontanários de origem de nascente, as seguintes placas:

 

ÁGUA NÃO
CONTROLADA
DEC.LEI 306/2007

 

Esta indicação não entende que a água daquela fonte ou fontanário seja imprópria para consumo, mas também não garante que ela cumpra todos os parâmetros para que seja considerada própria.

Estas placas apenas alertam o cidadão para o facto da água daquela fonte ou fontanário não ser sujeita a um plano de análises periódicas aprovado pelo IRAR.